Kuala Lumpur,  Malásia

O que fazer em Kuala Lumpur ?

Antes de chegarmos na Malásia a única cidade que havíamos ouvido falar era a sua capital Kuala Lumpur – KL. O pessoal dizia que não tinha muita coisa para fazer, apenas alguns prédios e um templo famoso.

Veja o que descobrimos nos nossos 3 dias na cidade …

Dia 01 – No primeiro dia fomos ao aquário da cidade. O ingresso custou 65 reais, passamos a manhã por lá e depois seguimos para as Petronas, passeamos pelo parque que fica em frente e tiramos milhares de fotos com a torre ao fundo.

Ao lado das torres tem uma mesquita bem bonita chamada As Syakirin, vale a pena a visita.

Depois pegamos um Grab até o Mercado Central, demos um giro por lá e seguimos caminhando por trás, onde fica outra mesquita (Jamek Mosque) com um letreiro de Kuala Lumpur e um rio ao redor.

Quando anoitece, o rio é umedecido, uma grande fumaça de água é lançada sobre ele… ficamos sem entender o motivo, mas essa fumaça deixa a região bem bonita. Dali é possível conhecer o prédio do Sultan Abdul Samad. Demos uma volta pelo área e entramos na mesquita Jamek e fim.. Esse foi nosso primeiro dia de descobertas por aqui.

Dia 02 – No segundo dia era domingo e o último domingo do ano: melhor decisão foi ir na igreja!

Como só tinha culto em inglês em uma igreja batista bem afastada pegamos um grab, depois conhecemos a região chamada Desa Park City.

Essa área fica tipo uns 30 minutos de carro do centro, é quase fora da cidade, mas gostamos muito do passeio porque a gente teve a oportunidade de ver como as pessoas vivem por aqui.

Era uma área residencial bem rica e tinha um parque bem lindo e uma infra de restaurante e mercado muito boa!

Almoçamos super bem no Nandos – custou 30 reais e depois fomos até uma reserva natural chamada FRIM – Forest Research Institute Malaysia. Pagamos 5 reais/cada para entrar e alugamos 2 bikes e passamos a tarde lá, foi massa! O aluguel das bikes custou 10 reais/cada.

Dia 03 – Conhecemos as Batu Caves. Lindo passeio e bem acessível – O trem da linha azul te deixa lá! Lembrete: Vá de calça ou saia comprida, pois não pode entrar de shorts.

Sempre tem alguém alugando/vendendo lenços para cobrir as pernas, o que também é uma opção.

Depois das Batu Caves seguimos para o Jardim Botânico da Cidade e que surpresa boa! É limpo, lindo e bem cuidado! Recomendamos! Como era dia 31/12, hora de voltar para casa e se organizar para o Reveillon.

Onde ficar em Kuala Lumpur?

Vocês já devem ter percebido que esse blog não é muito comercial, mas essa indicação de hospedagem vale muito a pena.

Ficamos em um flat do Airbnb em Kuala Lumpur que tinha uma piscina no topo do prédio e uma vista incrível da cidade, simplesmente incrível e a um preço bem acessível.

Se você não tem o cadastro no Airbnb, clique nesse primeiro link e faça seu cadastro

Faça aqui seu cadastro!

Clique aqui para ver o apartamento que ficamos.

Próxima parada Malaca!

Facebook Comments