Malásia,  Semporna,  Sipadan

Guia completo para mergulhar em SIPADAN e região

Se você deseja fazer uma viagem para o mergulhar em SIPADAN e região, esse guia é para você. Fique atento aos detalhes e ao relato da nossa jornada pela área.

A cidade base para mergulhar em Sipadan e ilhas próximas é Semporna.

  • Como chegar em Semporna?

Em Semporna não tem aeroporto.

O aeroporto mais perto fica em uma cidade chamada Tawau.

  • Como ir de Tawau para Semporna?

Não existem vans regulares do aeroporto de Tawau para Semporna.

Quando você desembarcar, alguns caras vão se aproximar para te oferecer esse tipo de van por 25 reais, mas eles ficam esperando mais pessoas do voo quererem também e caso ninguém apareça, eles cancelam.

Esperamos quase 1 hora e desistimos! Pegamos o grab por 80 reais. Acho que essa é a melhor opção, pois agendar um transfer com empresas locais, pela internet, custa 150 reais.

 

Chegando em Semporna …

Dicas importantes

Dica 01: Semporna é uma cidade horrorosa e não tem absolutamente nada para fazer. Então você vai para lá, apenas para dormir, pois, durante o dia você estará fazendo mergulho, certo?

Considerando que estamos no melhor lugar do mundo para mergulhar, o que precisamos saber?

Como funciona o mergulho em Sipadan?

Sipadan é uma ilha preservada pelo governo local e diante da ameaça do turismo, o governo decidiu limitar o número de pessoas que podem mergulhar na região (20 pessoas/dia).

As empresas vendem essas vagas e claro, considerando a dificuldade de conseguir uma vaga, o valor pelo mergulho fica bem caro. Como o ponto marinho tem muita diversidade, as empresas aconselham que você faça mergulho e não snorkel.

Um dia de mergulho em SIPADAN custa, em média, R$ 1.000,00/pessoa.

Então, entre em contato com as empresas do local, organize seu passeio e vá com a certeza de que você poderá acessar a ilha de Sipadan no dia em que estiver no Borneo.

Detalhes interessantes: além de poder ficar hospedado em Semporna, algumas ilhas próximas também possuem resort para quer deseja explorar a região e ficar mais próximo dos melhores pontos de mergulho.

Resort na Ilha Mabul

Nós não mergulhamos em SIPADAN, pois nosso planejamento foi falho, mas as ilhas próximas também são incríveis e bem mais acessíveis financeiramente.

Para quem não vai mergulhar especificamente em Sipadan, vai aí mais algumas dicas importantes:

Dica 01: Organize seus passeios no dia anterior, pelo menos.

Dica 02: É difícil conseguir o passeio no dia em que chega, pois os barcos saem de um mini porto e não há pontos de venda na região.

Dica 03: Passeios que mais gostamos – Ilha Timba Timba e Matakai.

Ilha Timba Timba

O que fizemos? Veja a seguir o relato do nosso dia a dia na região.

Dia 01 – Chegamos no aeroporto de Tawau às 15hs, como não existe vans regulares do aeroporto para o Semporna, pegamos um taxi – grab e pagamos R$ 80,00.

A noite em Semporna tentamos agendar o passeio de barco para o dia seguinte, mas às 19hs, as agências já estavam todas fechadas. Voltamos para o hotel, pois o jeito seria arriscar no dia seguinte

Dia 02 – Saímos às 8:20 do hotel em busca de um passeio de barco para Mabul e Kapalai, pois, de todas as ilhas que ouvimos falar, todos diziam que era a melhor para fazer snorkel.

Chegamos na rua em que ficam a maioria das agências, saímos perguntando se havia vagas e nada! Nada mesmo…

Saímos correndo para o Semporna Jetty, mini pier de onde saem os barcos. Todos os barcos saem às 8:30 e chegamos no pier às 8:40 mais ou menos, ainda uns barcos atrasados, perguntamos se podíamos ir e deu certo!

Deus nos ajudou e pegamos o barco exatamente para onde queríamos ir e foi massa! Pagamos 150 reais por pessoa ao dono do barco na hora! Mabul é uma ilha onde fica um resort lindo com uma diversidade de peixes e estrelas do mar e Kapalai é uma segunda ilha que também tem muitos peixes lindos e diferentes ao seu redor… Vimos uma tartaruga gigante em Kapalai.

Resort na Ilha Mabul

Apesar da foto bonita, não gostamos muito do que vimos na região, pois de um lado da ilha tem esse resort lindo e caro (R$ 5.000,00 por 1 noite) e do outro uma favela e uma população bem sofrida 🙁

Realidade por trás do resort

Voltamos às 15 horas e já fomos em busca do que fazer no próximo dia, considerando a dificuldade de conseguir os passeios por aqui!

O turismo aqui é basicamente de chinês e eles já vêm com os tours programados e os pacotes fechados, ou seja, os barcos já vão lotados kkk 

Para o segundo dia conseguimos um tour por 130 cada para Timba Timba, Pom Pom e Matakai.

Vimos peixes ainda mais bonitos e mais de 10 tartarugas em Timba Timba, foi simplesmente incrível.

Dia 03 – No dia seguinte pegamos um bus de Semporna para Sandakan, com a empresa Dyana, mas eles são bem mentirosos! Cuidado!!!

Eles nos venderam tickets por 40 reais para sair às 7:30, chegando lá, eles nos direcionaram para outra empresa que eu não consegui identificar o nome e o ônibus só saiu às 8hs.

O ônibus estava caindo aos pedaços, a água do ar condicionado caia nas nossas cabeças, foi um terror!

Eles te deixam em um ponto um terminal pouco fora da cidade, chamado (BANDAR LETAT JAYA), mas o grab até a orla custa 8 reais.

Ficamos no hotel em frente ao letreiro da cidade, tem um shopping em frente e um kfc do lado, muitas lojinhas e uma vibe bem legal. S’kan Style Hotel- reservamos pelo Agoda custou 80 reais!

No dia seguinte começaria nosso Safari pelo Rio Kinabatangan! Quer saber como foi? Clica no link ➡ 

 

Facebook Comments