República Tcheca

O que fazer em Praga em 4 dias?

Praga é uma das cidades mais turísticas do leste europeu. Talvez sua fama pela cerveja barata atraia tanta gente para a cidade. Ficamos impressionados com o número de turistas e com a diversidade de atrações que a cidade oferece…

Dia 01 –  Começamos nosso dia passando pela Torre da Pólvora, um prédio que na verdade é um dos antigos portões que separava a cidade velha da cidade nova. Ao lado fica a Casa Municipal, lindo prédio onde acontecem eventos. Seguimos para a Praça da Cidade Velha, pois queríamos ver o Relógio Astronômico, mas ele estava em reforma….

Por isso seguimos em direção à Ponte Carlos, a área é linda e a ponte é digna de várias fotos, como essa aí em cima. Chegando do outro lado, almoçamos e seguimos para conhecer o famoso Muro de Lennon, esse muro é famoso, pois marca uma era onde a liberdade de expressão não existia. Mensagens de paz e liberdade são grafitadas em toda a área do muro, depois passamos pela ponte do Amor, cheia de cadeados e fomos até Malá Strana, uma área da cidade velha.

Continuamos até o Castelo de Praga, área enorme onde tem a catedral São Vitor. Vale a pena a visita, a vista é bem bonita.

Voltando para o airbnb comemos o famoso trdelník, o doce de Praga! É um pão anelado, assado no carvão, recheado com nutella e sorvete. Tem como ser ruim? O negócio tava tão bom que esquecemos de tirar foto antes de comer.

Dia 02 – Começamos o dia na praça Venceslau, atrás dela tem um prédio histórico e na frente uma exposição contando um pouco da história de Praga. Seguimos em direção a cidade e passamos no Mercado Havelske Trziste, lá tem muito artesanato e lembrancinhas.

À tarde, fomos até o Parque Petrin que é gigante e merece horas por lá, sabe porque? Lá tem um jardim incrível (fotos acima), um planetário, a torre Eiffel de Praga, que você pode subir por apenas R$ 15 reais e ter uma vista maravilhosa da cidade!

Dia 03 – Compramos o ticket do trem na estação central para a cidade de Kutná Hora, ida e volta para dois custou R$ 60,00.  Chegando na estação de Kutná Hora fomos caminhando até a famosa igreja de ossos. Pagamos 2.50 euros/cada para entrar. A igreja é bem pequena. No começo achei meio maluca a coisa, meio assustadora. Algo diferente a ser visto, que apesar de esquisito, ao final passa uma mensagem bem importante: Após a morte, somos todos iguais perante Deus.

Continuamos caminhando até o centrinho da cidade e almoçamos no restaurante Čtyři sestry – zahradní, comida de ótima qualidade e um preço justo. Vale a pena passar na área da igreja de Santa Bárbara, essa aí da foto!

Dia 04 – No nosso último dia, tivemos a felicidade de estar em Praga na Noite do Museu Free, um evento que acontece apenas 1 vez no ano e que abre a maioria dos museus e torres da cidade inteiramente grátis: conhecemos o Museu do Comunismo e depois subimos na torre em frente a ponte Carlos. Foi uma despedida demais!

Até mais ;D

 

Facebook Comments